Resultado de imagem para carteira de trabalho ibge

O desemprego no Brasil voltou a subir no período novembro-janeiro, de 11,8% a 12,2%, interrompendo uma série de nove reduções mensais consecutivas, anunciou o IBGE.

O resultado é pior que o esperado pelo mercado. A expectativa média de 20 analistas consultados pelo jornal Valor era de uma alta de dois décimos, a 12%, na comparação com o período outubro-dezembro, consequência do recuo habitual da atividade após as festas de fim de ano.

No período novembro de 2016-janeiro de 2017, a taxa de desemprego era de 12,6%. Em janeiro-março atingiu o recorde histórico de 13,7%, após uma recessão de dois anos.

Mas desde então, o desemprego recuou paulatinamente, ao mesmo tempo que a economia daração, de acordo com o IBGE, que faz os cálculos com base em ‘trimestres móveis’.

Em novembro-janeiro, o Brasil tinha 12,7 milhões de pessoas em busca de emprego, contra 12,3 milhões do período outubro-dezembro.

Os dados podem afetar o tom otimista do governo pró-mercado de Michel Temer, que busca compensar com dados econômicos positivos o nível recorde de impopularidade, a poucos meses da eleição presidencial.

 

 

Fonte: catve.com.br

Carlos Moraes

Carlos Moraes

Carlos Moraes, natural da cidade de Maringá – PR, jornalista, publicitário, formado em Marketing e pós graduado em gestão pública com enfase em cidades. É atualmente apresentador de Catve, empresário e palestrante com especialidade em implantação de programação local e regional em emissoras de TV. Moraes já trabalhou como repórter e apresentador em TVs afiliadas a Rede Globo, Bandeirantes, Rede TV, SBT, Educativa, Record e CNT. Fundou o jornal “Agora Paraná” na região metropolitana de Curitiba. Já escreveu nos principais jornais impressos do Paraná e trabalhou na implantação programas em diversas emissoras de rádio Brasil a fora. Em Cascavel trabalhou nas Rádios Colméia e Independência!

Ver todas as postagens

Adicionar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *