Os vereadores querem um prazo maior para analisar as cláusulas de concessão e as vantagens para a prefeitura e para a população pela privatização

A votação dos dois projetos que tratavam da concessão de uso para a iniciativa privada, mediante licitação na modalidade de concorrência pública, do Estádio Olímpico Municipal, Autódromo e do Kartódromo foi adiada por oito sessões.

Os vereadores querem um prazo maior para analisar as cláusulas de concessão e as vantagens para a prefeitura e para a população dessa privatização dos bens públicos. Uma audiência pública foi marcada para o dia 19 de setembro e deve ser comandada pela Comissão de Esporte da Câmara.

De acordo com os Projetos de Lei 74/2018 e 81/2018, a concessionária do bem público deverá autorizar a disponibilização do espaço para eventos de competições e treinamentos oficiais realizados por entidades filiadas às Confederações e Federações de Futebol ou de automobilismo” e também que a concessão será feita com “prazo definido no edital de licitação, de acordo com os critérios de conveniência e oportunidade administrativas”.

A prefeitura encaminhou ao Legislativo também a concessão à iniciativa privada dos quiosques nos canteiros centrais da Avenida Brasil, praças, parques, Lago Municipal e Zoológico. O Estádio Olímpico e ao Autódromo são as maiores preocupações dos vereadores e também dos cascavelenses, pois sediam grandes eventos esportivos, mas também demandam muita manutenção.

“Cada um destes locais custa cerca de R$ 20 mil reais por mês ao município, sem contar os gastos com recursos humanos. São pelo menos R$ 600 mil por ano que precisam ser economizados e investidos em outras áreas prioritárias”, apontam estimativas da Secretaria de Esportes.

Fonte: Assessoria Prefeitura de Cascavel

Carlos Moraes

Carlos Moraes

Carlos Moraes, natural da cidade de Maringá – PR, jornalista, publicitário, formado em Marketing e pós graduado em gestão pública com enfase em cidades. É atualmente apresentador de Catve, empresário e palestrante com especialidade em implantação de programação local e regional em emissoras de TV. Moraes já trabalhou como repórter e apresentador em TVs afiliadas a Rede Globo, Bandeirantes, Rede TV, SBT, Educativa, Record e CNT. Fundou o jornal “Agora Paraná” na região metropolitana de Curitiba. Já escreveu nos principais jornais impressos do Paraná e trabalhou na implantação programas em diversas emissoras de rádio Brasil a fora. Em Cascavel trabalhou nas Rádios Colméia e Independência!

Ver todas as postagens

Adicionar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *