A Escola de Governo da gestão do prefeito Leonaldo Paranhos, que funciona desde o início do ano, contou hoje (1º) com a apresentação da Secom (Secretaria de Comunicação Social), comandada pelo jornalista Ivan Zuchi. Com estrutura bastante “enxuta”, a Secom é responsável por toda comunicação e identidade visual do Governo Municipal e ainda todo o atendimento à imprensa local, que segundo Zuchi é uma das mais “intensas” do Paraná.
“O principal do nosso trabalho é o relacionamento com a imprensa. A Secom é a interface do prefeito com a imprensa e a interface do governo para a população. E, no meio desse caminho, tem os veículos de comunicação. A imprensa de Cascavel é uma das mais intensas do Paraná, extremamente combativa, engajada e trabalhadora. São muitas pautas por dia”, ressaltou o secretário, citando como exemplo o dia 28 de julho: “nesse dia trocamos 96 emails com a imprensa de Cascavel; nossa média é de 800 a 100 emails trocados com a imprensa todos os dias”.
O prefeito Paranhos destacou o trabalho da Comunicação Social que tem sido feito “com qualidade e baixo custo, dentro do nosso programa de economia, mas de muita eficiência”. De acordo com o prefeito, a Secom tem trabalhado, “não com material publicitário, mas material informativo” em parceria com os veículos de comunicação “usando a pequena verba que restou do contrato; tínhamos que fazer um pouco de ‘milagre’ e,  claro’, que a criatividade da Comunicação foi muito importante para que pudéssemos nos comunicar com a população nestes primeiros seis meses”.
Campanhas
Durante sua explanação, Ivan Zuchi apresentou algumas das campanhas produzidas pela Secom com objetivo de educar, informar e “implantar novos conceitos”. Nos primeiros seis meses de trabalho, o trânsito foi um dos principais alvos das campanhas desenvolvidas pela Comunicação. “Cascavel é uma cidade com nível muito elevado no número de acidentes de trânsito. E como se muda este tipo de comportamento? É através de campanhas nos meios de comunicação que promovam a conscientização. Conscientizar nunca é demais”, completou o secretário.
Zuchi destacou também as campanhas da Saúde, especialmente, na prevenção à dengue com o combate ao mosquito transmissor, além dos chamamentos na Educação para que todos as crianças em idade escolar esteja matriculadas e frequentando as salas de aula.
Prestação de contas
O secretário de Comunicação também chamou atenção para as prestações de realizadas através redes sociais, “uma mídia eficiente, de grande alcance e baixo custo” aos cofres públicos. “Não investimos recursos do Município nos meios de comunicação para falar de ações de governo. Esta prestação de contas estamos fazendo através de campanhas na ‘web’, falando das ações de governo”, disse o secretário, explicando que com investimentos de R$ 2 mil a R$ 3 mil, são produzidos vídeos compartilhados pelas diversas redes sociais “com grande alcance”.
Com presença bastante intensa nas redes sociais, explica Zuchi, o prefeito Paranhos presta conta com “total transparência” e ainda economiza recursos públicos. “Hoje, não há mídia mais barata que a oportunizada pelas redes sociais. O que custa para o Município as ‘lives’ (transmissões ao vivo) que o prefeito tem feito? Praticamente nada, zero! Utilizamos o smartphones do próprio prefeito ou os nossos próprios e cada um paga sua própria conta de telefone”, completou.
Um dos exemplos foi a ‘live’ da demolição da “parede” do Centro de Vivência do Sanga Funda que teve alcance imediato de 23 mil pessoas. No recebimento do uniforme escolar, mais de 50 mil pessoas alcançadas com a transmissão.
Recorde
Um dos destaques no alcance de pessoas e repercussão das transmissões foi a do flagrante dado pelo prefeito no desvio de combustíveis da Prefeitura. “Foram mais de 580 mil pessoas alcançadas pelo vídeo, demonstrando o poder das redes sociais. Somente neste vídeo foram mais de 80 mil cliques, ou seja, pessoas que clicaram para acompanhar o vídeo”, detalhou, completando que é “extremamente barato e informativo para a população, já que é uma obrigação do Poder Público dar conhecimento à sociedade do que os seus governantes estão fazendo e o prefeito Paranhos tem feito isso com muita constância”.
E, citando Manuel Castells, especialista autor de “O poder da comunicação”, o secretário de Comunicação destacou que as “lives” do prefeito Paranhos têm alcançado tão expressivos e positivos porque “a mensagem só é eficaz se o receptor está pronto para ela e se o mensageiro é identificável e confiável”.
Parcerias
Zuchi também apresentou outros trabalhos desenvolvidos pela Secom em parceria com outras secretarias, como a nova sinalização e ciclovia na pista de caminhada do Lago Municipal e as placas que serão instaladas nas conhecidas fontes de Cascavel que não fornecem água potável, de acordo com os padrões do Ministério da Saúde. “Essa é a função da Comunicação, bem informar a população. Já tínhamos instalados placas repassando essa informação, mas foram arrancadas e vandalizadas. Agora, serão placas com material galvanizado que serão chumbadas para comunicar a população”, completou.
Outra parceria com bons resultados foi o lançamento do aplicativo “Particity” que até agora foram registrou 3.153 denúncias ou reclamações, sendo o setor com maior número de demandas é o de iluminação pública da Secretaria de Obras com 61%. Nesse setor, até agora, foram resolvidos e arquivados 2.369 relatos: 89,47% das reclamações.
Estrutura
Ivan Zuchi ainda apresentou as reformas na estrutura física da Secom que foi parcialmente reformada, recebendo painéis, computadores mais modernos e a reorganização do espaço interno. “Tudo com gasto mínimo de recursos”, completou. O Portal do Município também está sendo reformulado e em breve terá nova apresentação, sendo mais ágil e totalmente adaptado ao ambiente mobile.
Carlos Moraes

Carlos Moraes

Carlos Moraes, natural da cidade de Maringá – PR, jornalista, publicitário, formado em Marketing e pós graduado em gestão pública com enfase em cidades. É atualmente apresentador de Catve, empresário e palestrante com especialidade em implantação de programação local e regional em emissoras de TV. Moraes já trabalhou como repórter e apresentador em TVs afiliadas a Rede Globo, Bandeirantes, Rede TV, SBT, Educativa, Record e CNT. Fundou o jornal “Agora Paraná” na região metropolitana de Curitiba. Já escreveu nos principais jornais impressos do Paraná e trabalhou na implantação programas em diversas emissoras de rádio Brasil a fora. Em Cascavel trabalhou nas Rádios Colméia e Independência!

Ver todas as postagens

Adicionar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *