Mesmo as crianças que já receberam as vacinas anteriormente devem ser imunizadas 

Os pais e responsáveis por crianças de  1 e menores de 5 anos estão convocados a levar seus filhos aos postos de vacinação, pois a partir segunda-feira, dia 6 de agosto  tem início a Campanha Nacional de Vacinação contra Poliomielite e Sarampo. A Campanha acontece gratuitamente em todo o país e vai até o dia 31 de agosto.

São mais de 11 milhões de crianças em todo o Brasil e a meta é vacinar ao menos 95% delas faixa etária. Em Cascavel, são 16.513 a serem imunizadas.

Conforme enfatiza o secretário da Saúde do Paraná, Antônio Carlos Nardi, o Brasil não registra casos de poliomielite (paralisia infantil) desde 1989. Entretanto, uma vez que o vírus continua em circulação no mundo, ele pode voltar a fazer vítimas no Brasil, caso os índices de cobertura vacinal fiquem abaixo da meta.

Desde o início do ano, o Ministério da Saúde já confirmou mais de 800 casos de sarampo no país, a maioria no Amazonas e em Roraima. A doença foi confirmada ainda em São Paulo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Rondônia e Pará.

O Paraná não registra ocorrências de sarampo desde 2000, mas manter a doença longe do Estado depende da manutenção de altas taxas de cobertura vacinal.

“O vírus pode entrar no país a qualquer momento e se as crianças não estiverem vacinadas podem ficar doentes”, diz Nardi.

Cobertura:

No Paraná, a cobertura vacinal da tríplice e da tetra viral ficaram abaixo da meta no ano passado. Em 2017, 86,29% das crianças paranaenses receberam a vacina tríplice e 83,27% tomaram a tetra viral, sendo 95% o ideal.

Qual o foco da campanha?

Crianças com idade entre 1 ano e 5 anos incompletos (4 anos e 11 meses).

Crianças que já foram vacinadas anteriormente devem ser levadas aos postos?

Sim. Todas as crianças com idade entre 1 ano e menores de 5 anos devem comparecer aos postos. Quem estiver com o esquema vacinal incompleto receberá as doses necessárias para atualização e quem estiver com o esquema vacinal completo receberá outro reforço.

Mesmo não sendo foco da campanha, adultos precisam de alguma das duas doses?

Sim. O adulto que não souber sua situação vacinal deve procurar o posto de saúde mais próximo para tomar as doses previstas para sua faixa etária.

 

Fonte: Catve.com 

Carlos Moraes

Carlos Moraes

Carlos Moraes, natural da cidade de Maringá – PR, jornalista, publicitário, formado em Marketing e pós graduado em gestão pública com enfase em cidades. É atualmente apresentador de Catve, empresário e palestrante com especialidade em implantação de programação local e regional em emissoras de TV. Moraes já trabalhou como repórter e apresentador em TVs afiliadas a Rede Globo, Bandeirantes, Rede TV, SBT, Educativa, Record e CNT. Fundou o jornal “Agora Paraná” na região metropolitana de Curitiba. Já escreveu nos principais jornais impressos do Paraná e trabalhou na implantação programas em diversas emissoras de rádio Brasil a fora. Em Cascavel trabalhou nas Rádios Colméia e Independência!

Ver todas as postagens

Adicionar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *